Sensibilidade é sinal de fraqueza?

Você acredita que sensibilidade é uma característica associada à fraqueza? Desista! Pois, essa crença condicionará sua vida à ficar presa à racionalidade e à frustração.


Sentir é ir além dos condicionamentos corporais e dos conflitos mentais. Exige-nos recordar que somos luz!

Como você sente o mundo, em seu interior e à sua volta?


O jeito simples, e mais original, de fazer isso é usar a conexão entre a nossa escuta interior e o mundo exterior. Estamos falando de sensibilidade, como uma habilidade especial para aprender com a sabedoria dos nossos próprios universos, interiores e exteriores. Que é para poder sentir toda essa Unidade fluir através de nós!


Sentir é um modo de perceber o mundo através do corpo. Você já reparou nisso? Pois, esse é um modo de perceber muito inteligente, por sinal...


Ao sentir, podemos descobrir muitas coisas, sem precisar passar pelo crivo da racionalidade. Você certamente, já viveu isso, pelo menos, uma vez na vida...

Quer exemplos? Perceber à primeira vista, quando não gostamos de um certo lugar; Sentir veracidade nos dizeres de alguém Optar por um produto, independente de marca ou preço; Experimentar forte empatia natural por alguém que acabara de conhecer...

Confie em mim, existe um mundo de possibilidades além da inteligência racional. A sensibilidade é apenas um deles. Acredite! Há outros modos possíveis de adquirir conhecimento... Todos eles estão dentro de você! Então, comece a descobri-los.


Você se fecha para suas sensibilidades naturais?


Sabe porque tanta gente que se fecha para as suas sensibilidades naturais? Porque antes, essas pessoas se fecham para a sabedoria de seus próprios universos interiores. Então, não conseguem viver suas verdades interiores, que são as escolhas do próprio coração.


Isso é muito comum nos dias de hoje! Muitas pessoas vivem orientadas somente por uma realidade, que lhes é exterior. Então, elas se baseiam somente em inspirações ou imposições, vindas de fora. Isso gera todo tipo de condicionamentos, programações, esquemas mentais, crenças limitantes.
É assim que fechamos a nossa própria escuta interna! Para poder viver verdades construídas, por nós ou pelos outros.

Se você ainda vive assim, então é a sua mente inconsciente quem te dirige. Você mesmo, não faz nada! Você só assiste e vivencia. Pois, você entrou no piloto automático. Então, tudo o que você faz é se limitar a obedecer o comando mental. 


Sempre que isso acontece, você fica parecendo um robô! É por isso que você não consegue vivenciar a sua própria sensibilidade, de um modo mais profundo. Entende? Pois, agir como robô é como estar programado para representar um determinado papel na sociedade. Esse tipo de representação, não inclui ouvir a sabedoria do coração.


Portanto, é isso que nos acontece. Falta-nos um equilíbrio entre as nossas realidades interiores e exteriores.


O portal para reconstrução desse equilíbrio está na sabedoria do nosso coração! Por isso, a sensibilidade humana é tão conectada com o pulso elétrico do coração! Pois, o coração é o que nos une. E tudo aquilo que nos une, também nos fortalece.


Sensibilidade é sabedoria do coração!


Experimente unir-se à sabedoria do teu próprio coração! Então, você poderá ouvi-lo. Isso lhe proporcionará todos os recursos necessários para acreditar em suas próprias intuições!


A sabedoria do coração nos proporciona fazer nossas melhores escolhas, diante de tudo o que nos é oferecido, no dia-a-dia. Você só precisa de espontaneidade, coragem e força para perceber isso em você!

Coragem, do latim coraticum: agir com o coração. Acredite no poder da tua sensibilidade. Isso existe e real. Pois, está acontecendo, Agora!


Confie na sabedoria do coração, sempre! A função disso tudo é mostrar que: tudo o que você precisa, antes de tudo, já é uma parte do seu Ser...

Para sentir, é necessário "recordar": que somos luz!

Re-cor-dar é acordar a luz coração...


Com amor,

Aline Chaves

Encontre Iluminessência no Facebook e Instagram

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo